Vidas a(normais) em tempo de pandemia

19-05-2020

Os Jovens Trabalhadores Socialistas (JTS) da Federação do Porto, durante a semana de 26 de abril a 2 de maio promoveram conversas informais com jovens de diferentes áreas de trabalho.

Diariamente, às 21.30h na página de Facebook dos JTS Federação do Porto, o encontro estava marcado para uma conversa live de 20 min, entre a coordenadora desta estrutura, Cristiana Leite Cruz e cada um dos diversos jovens trabalhadores.

Os jovens que participaram nesta iniciativa representavam diversas realidades: Rita Monteiro de Barros, regime de teletrabalho, afirmando que esta poderá ser uma modalidade a adotar no futuro da sua empresa; Patrícia Oliveira, proprietária de Centro de Estudos, negócio relativamente recente, demonstrando como se reage sem qualquer apoio por parte do Estado; Diana Martins, representante do trabalho precário enquanto bióloga, sendo uma característica já esta intrínseca a estes trabalhadores; Rafaela Ribeiro, contacto permanente com pessoas, antes, durante e após o estado de emergência; Filipa Sousa, proprietário de um salão de beleza e estética, dependente unicamente dos apoios do Estado; e finalmente, Francisco Coelho, representa quem está na linha da frente diariamente e enunciou todos as medidas necessárias a adotar neste tempo de pandemia.

Uma visão panorâmica das dificuldades dos jovens trabalhadores que se mantêm ativos em pleno estado de emergência.