Federação do Porto da JS marca presença na Greve Feminista Internacional

08-03-2020

Num dia que não é uma mera efeméride, mas um grito por igualdade, recordam-se todas as que viveram uma vida de luta e reivindicação pelos direitos das mulheres e que nos permite também não esquecer tudo o que já conseguimos alcançar.

Mas não chega! Somos todas e todos chamad@s, todos os dias, a dizer presente nesta luta por mais direitos e mais políticas que os concretizem.

Porque mais direito para as mulheres é tão-somente a concretização de Direitos Humanos iguais para tod@s.

É preciso dizer sem rodeios, no nosso país não há efetiva igualdade entre homens e mulheres, a violência é uma verdade e o preconceito não dá tréguas.

O estigma de género é um problema real e nada menos podemos fazer do que exigir uma sociedade que pela igualdade de direitos encontra veículo para a singularidade de cada uma e cada um.

A Juventude Socialista tem a Igualdade inscrita no seu código genético e por isso permanece e permanecerá firme na linha da frente contra qualquer retrocesso em matéria de direitos iguais para todas e todos, como firmes continuaremos nesta marcha quotidiana por um mundo feminista.